recrutamento de TI

Os desafios do recrutamento na área de TI

por | 19 jun, 2024 | Comportamento

Na medida em que a tecnologia avança, está se tornando cada vez mais difícil encontrar profissionais capacitados que consigam atender a demanda que cresce a cada dia.

Por muito tempo, a área de TI era vista apenas como uma área de suporte, mas com a evolução constante da tecnologia, esse universo foi ficando cada vez mais em destaque.

 

Por que é importante ter um profissional de TI

Nos últimos anos, a área de TI é a que mais vem crescendo, acompanhando a evolução desenfreada da tecnologia. E hoje, isso significa que ela tem um papel crucial no sucesso das empresas.

O profissional de TI é responsável por boa parte da engenharia digital de hoje em dia, tomando a frente de processos como a distribuição em redes de computadores, processamento de dados, engenharia de softwares, hardwares e todas as outras questões que envolvem a informática de forma geral. Se tornando uma parte tão importante, que a demanda pela profissão está muito mais alta que a quantidade de profissionais.

 

A escassez de profissionais

Estamos em uma era em que investir em tecnologia se tornou essencial e praticamente obrigatório, já que vivemos em um mundo cada vez mais conectado.

Mas, justamente por ser uma área que está em constante mudança, existem diversos fatores que dificultam o processo de recrutamento e contratação.

Uma das principais dificuldades é também o que está ajudando com o crescimento da área, que é a evolução da tecnologia. Por sempre existir um assunto novo, o tempo entre desenvolver uma nova habilidade e acompanhar as novidades do mercado fica cada vez mais apertado. São tantas coisas novas que mesmo para os profissionais mais experientes, fica difícil de acompanhar.

E, além disso, ainda existe uma alta concorrência entre as empresas. Já que a maioria delas está mais focada em contratar profissionais com mais experiência, em níveis pleno e sênior, acontece uma desvalorização dos profissionais que estão começando agora, criando um efeito bolha. Com isso, as empresas acabam “brigando” pelos profissionais que já estão inseridos no mercado.

 

Como isso impacta o mercado

Até o ano de 2025, é esperado um aumento de quase 800 mil novos postos na área de TI, o que deve abrir um déficit de cerca de 500 mil profissionais, estima a Brasscom, já que o ritmo de formação de habilidades não acompanha o crescimento das demandas por elas. E por não conseguir fechar essas lacunas, as organizações vêm enfrentando dificuldades operacionais.

A caça por profissionais qualificados é tamanha que tem forçado as empresas a entrarem em disputas umas com as outras, com ofertas de altos salários para preencher as posições-chave, já que a falta desses profissionais é acompanhada pela perda de agilidade, dificuldades nos processos de inovação, obstáculos na otimização de custos, dificuldades em suportar a transformação digital das áreas de negócios e até problemas na segurança da informação.

 

Capacitação da mão de obra

A capacitação da mão de obra na área de TI engloba todo o processo de conhecimento técnico e normativo para que as funções ocorram de forma produtiva e com qualidade, por isso, a falta dessa qualificação pode trazer prejuízos financeiros para as empresas.

 

Retenção

Outro ponto importante é que, devido à dependência da tecnologia, a retenção dos profissionais se tornou ainda mais crítica. Pelo fato da demanda ser maior do que a procura, os profissionais são frequentemente procurados por outras empresas, e a perda desses talentos pode representar uma série de problemas para as empresas, como o aumento de custos com novas contratações, o desperdício de energia com processos seletivos e treinamentos e a perda de produtividade.

 

Como superar esses obstáculos

Levando em consideração todos os temas abordados e o quanto área da TI é ampla, um dos principais pontos a serem colocados em destaque na hora do recrutamento de um profissional, é entender quais foram as necessidades que trouxeram essa demanda. E, além disso, também é importante procurar estar alinhado com o que os profissionais estão procurando.

Nesse sentido, muitas equipes de RH têm dificuldades em encontrar o que estão procurando, e acabam se perdendo na “sopa de letrinhas” da tecnologia.

 

Investir em um time ou profissional de TI

Uma das soluções é ter esses profissionais dentro da empresa, escolhendo as áreas que fazem sentido com as demandas específicas daquele momento. Outra forma de lidar com esses obstáculos é contratando temporários, profissionais com as “skills” pontuais necessárias para projetos específicos.

 

Consultorias

Para evitar os impactos da falta de mão de obra, muitas empresas acabam optando pela contratação de consultorias. Isso acaba sendo uma solução também para os gastos, de tempo e dinheiro, vindos do processo de recrutamento e seleção.

Além de oferecer uma ampla gama de conhecimentos sobre a área, as empresas especializadas trazem profissionais capacitados e atualizados, sendo ideais para viabilizar projetos que precisam de profissionais prontos. E, ao integrar talentos externos com os colaboradores internos, ainda é possível ampliar as perspectivas e competências da equipe, gerando soluções mais eficazes.

Investir em tecnologia coloca as empresas à frente do mercado, com a modernização de processos, automatização de tarefas e otimização operacional, o que resulta em um aumento de produtividade e uma redução de custos. Isso garante uma posição atualizada e competitiva no mercado, e a adoção de novas tecnologias ajuda na adaptação às mudanças no ambiente de negócios e no acompanhamento das tendências do mercado.

 

 

Compartilhe

Escrito por: Amanda Cotas

Graduanda em letras, comecei minha jornada na área como tradutora, e sempre em busca de nova experiências, hoje estou me desenvolvendo como redatora na Mazzatech. Uma ratinha de biblioteca desde criança, apaixonada pelas letras e pelo poder da comunicação, sempre tive um fascínio pela origem da linguagem e como ela influencia a sociedade em que vivemos.

Escrito por: Amanda Cotas

Graduanda em letras, comecei minha jornada na área como tradutora, e sempre em busca de nova experiências, hoje estou me desenvolvendo como redatora na Mazzatech. Uma ratinha de biblioteca desde criança, apaixonada pelas letras e pelo poder da comunicação, sempre tive um fascínio pela origem da linguagem e como ela influencia a sociedade em que vivemos.

Artigos relacionados