transformação digital

Transformação Digital impulsionada pela pandemia

por | 11 jul, 2024 | Carreira, Comportamento

A tecnologia está evoluindo constantemente e, com ela, a carreira de TI está passando por grandes mudanças, uma verdadeira transformação digital, afetando todo o ambiente de trabalho, e até mesmo a vida das pessoas. Segundo um artigo feito pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a área da TI teve um crescimento de 60% durante a pandemia.

 

Desde a evolução do software que transformou como vivemos até o surgimento da IA e do Machine Learning que está redefinindo as possibilidades, o espectro de avanços em TI é deslumbrante.

No estudo “O Futuro do Trabalho: 20 tendências para você e sua empresa navegarem”, da ManpowerGroup, é dito que estamos caminhando para que todas as empresas sejam empresas de tecnologia, ou seja, o digital é um caminho sem volta. Com o digital, é possível combinar dados, interfaces e softwares para analisar, compartilhar e gerenciar o desempenho dos serviços. Para isso, todas as empresas precisarão ter seus próprios profissionais, já que o protagonismo da tecnologia está conectado às transformações que, hoje, são praticamente obrigatórias dentro do mundo corporativo.

 

O impacto do trabalho remoto

Após a pandemia de Covid-19, a necessidade de distanciamento social acelerou a adoção das modalidades de trabalho remoto.

O Home Office, mesmo não sendo uma forma nova de trabalho, teve sua popularização durante o período de pandemia. Com isso, foi possível reconhecer que o trabalho remoto já poderia estar sendo utilizado. Essa modalidade de trabalho se aplica principalmente aos profissionais de qualificação elevada, que o trabalho pode ser feito de forma remota, sem a necessidade de acompanhamento de perto e sem perda de produtividade. Por outro lado, em áreas como hospedagem, alimentação e transporte de passageiros, serão afetados negativamente pela queda de demanda.

E ainda, com a diminuição da gravidade da pandemia, o processo de retornar ao escritório foi mais crítico, já que foi possível sentir as vantagens e desvantagens do home office, além das mudanças na flexibilidade de horários e maior quantidade de oportunidades nessa modalidade.

 

As mudanças na dinâmica

Com a adoção do trabalho remoto definitivo, as empresas conseguiram abrir as portas para novos talentos, sem estar preso à geografia. Ao mesmo tempo, o Home Office pode ser um desafio para aqueles que não entendem o que ele exige, mesmo ganhando espaço por conta das facilidades, da economia e do aumento da produtividade.

 

O aumento da demanda por soluções digitais

O crescimento da transformação digital se mistura diretamente com o surgimento da pandemia, que agiu como um estímulo para a digitalização acelerada dos negócios em todos os setores. A TI, que sempre esteve nesse ritmo constante de evolução, presenciou um dos períodos mais relevantes de progresso da sua história.

A mudança para um ambiente cada vez mais online tornou a transformação digital uma realidade urgente para muitas empresas. Um estudo da Fundação Instituto de Administração (FIA) mostra que pelo menos 46% das empresas no Brasil adotaram o modelo de home office desde o início da pandemia de Covid-19. Esse movimento obrigou a maioria dessas organizações a enfrentar os desafios da adaptação digital, uma vez que suas estruturas foram projetadas para atender a um ambiente corporativo tradicional.

Além disso, estabelecimentos como lojas de roupas e restaurantes, que dependiam principalmente da presença física dos clientes, viram-se obrigadas a explorar novas formas de vendas, como o comércio eletrônico. Isso resultou em uma demanda significativa por serviços como criação de sites, desenvolvimento de plataformas online e outros profissionais de TI.

Essa mudança rápida mostrou que os processos tecnológicos são complicados, precisando de profissionais com habilidades técnicas e conhecimento especializado para fazer funcionar e cuidar bem das soluções digitais.

 

Segurança da informação

A mudança para o trabalho remoto trouxe muitos desafios, especialmente em relação à segurança online. À medida que mais empresas adotam essa modalidade, precisam lidar com a responsabilidade de proteger seus dados importantes e garantir que suas operações não sejam afetadas por ameaças cibernéticas.

Com o aumento da vulnerabilidade, surgiram várias ferramentas de segurança focadas em prevenir, detectar e responder a essas ameaças. Essas ferramentas usam tecnologias avançadas para fortalecer a segurança das redes das empresas, criando defesas sólidas contra possíveis ataques.

É crucial entender as ameaças atuais para criar estratégias eficazes e implementar soluções que garantam a segurança online. Os ataques estão se tornando mais sofisticados, então as empresas precisam começar com uma análise cuidadosa dos riscos e adotar medidas ativas para gerenciar a segurança de suas redes.

 

Os novos desafios e oportunidades

A adoção de novas tecnologias como Internet das Coisas (IoT), Inteligência Artificial, Machine Learning, Blockchain e computação em nuvem está mudando muito como as empresas funcionam. Essas tecnologias melhoram muito os processos, permitindo coletar e analisar dados em tempo real para decisões mais rápidas e precisas. No entanto, essa transformação também traz o problema de aumentar o risco de ataques cibernéticos.

Um dos grandes desafios é o crescente número de dispositivos conectados à internet, como sensores, eletrodomésticos e assistentes virtuais. Embora esses dispositivos sejam úteis, eles também criam várias oportunidades para ataques, colocando em risco a segurança dos dados e dos sistemas das empresas.

A falta de especialistas em cibersegurança piora ainda mais essa situação. A escassez de profissionais qualificados dificulta a implementação de estratégias eficazes de segurança e o treinamento dos funcionários para proteção contra esses ataques.

Gerenciar ameaças se tornou uma prioridade. Plataformas de segurança, muitas usando Inteligência Artificial, são essenciais para fortalecer os sistemas de detecção e resposta a ataques cada vez mais sofisticados.

Apesar dos benefícios, é importante reconhecer os novos desafios de segurança. Para enfrentar esses desafios, as empresas devem agir proativamente: investir em uma segurança robusta, aumentar a conscientização dos funcionários, fazer testes frequentes e manter seus sistemas atualizados.

 

Evolução das habilidades técnicas

A pandemia mudou como trabalhamos e nos comunicamos, e também fez com que precisássemos aprender novas habilidades. No mundo profissional de hoje, além das habilidades técnicas específicas (hard skills) que são necessárias para fazer o trabalho, as habilidades sociais e emocionais (soft skills) estão se tornando muito importantes.

Ainda que as hard skills ainda sejam essenciais, agora as empresas estão valorizando ainda mais habilidades como comunicação eficaz, trabalho em equipe, capacidade de resolver problemas e se adaptar a mudanças. Já que com o aumento do trabalho remoto, novas formas de colaboração e inovação estão surgindo.

À medida que muitas tarefas técnicas são automatizadas por tecnologias avançadas, as empresas procuram profissionais que possam lidar com responsabilidades complexas, resolver problemas de forma criativa e trabalhar bem com diferentes tipos de pessoas.

Portanto, além de ter conhecimento técnico, é importante desenvolver habilidades que permitam se adaptar às mudanças, se comunicar de maneira clara e colaborar de maneira eficaz. Essas habilidades não apenas ajudam a enfrentar os desafios atuais do mercado de trabalho, mas também contribuem para um ambiente de trabalho mais dinâmico e produtivo.

Em conclusão, a revolução digital impulsionada pela pandemia está redefinindo o cenário profissional de forma irreversível. O crescimento da tecnologia e a necessidade de adaptação ao trabalho remoto estão criando novas oportunidades, mas também grandes desafios, especialmente em segurança e na valorização das soft skills. A demanda por profissionais capacitados em áreas técnicas e habilidades interpessoais está em alta, refletindo a necessidade de um equilíbrio entre conhecimento técnico e capacidades humanas essenciais. Para empresas e indivíduos, investir na atualização constante de habilidades e na conscientização sobre segurança digital são passos importantes para prosperar em um ambiente cada vez mais digitalizado e dinâmico.

 

O futuro da carreira em TI

Na era pós-pandemia, a TI está se tornando cada vez mais importante e estratégica para as empresas. Não se limita mais a um suporte básico, mas sim impulsiona a inovação e a competitividade no mercado.

O futuro da TI vai girar em torno de avanços como Inteligência Artificial, ciência de dados e computação em nuvem. Essas áreas vão crescer muito e também vão abrir espaço para novos tipos de empregos que ainda nem existem hoje. Profissionais especializados nessas tecnologias serão essenciais para criar soluções inovadoras que as empresas precisam.

A segurança cibernética também vai se tornar ainda mais importante, devido ao aumento dos ataques digitais e das leis rigorosas que protegem os dados pessoais, como a LGPD. Proteger informações e sistemas será crucial, e haverá demanda por profissionais qualificados nessa área.

Além disso, o uso de Big Data será fundamental, já que a sociedade está gerando e utilizando enormes quantidades de dados. Saber analisar esses dados para encontrar informações valiosas será uma habilidade muito procurada no mercado de trabalho.

Inteligência Artificial continuará revolucionando como as empresas operam, e tecnologias como realidade aumentada e virtual serão cada vez mais usadas para entender e atender melhor aos clientes, proporcionando uma grande vantagem competitiva.

Em resumo, a TI em breve será caracterizada pela capacidade de prever tendências, pela intensificação da digitalização em todos os setores e pela criação de novos empregos baseados nessas tendências. Será essencial para os profissionais da área se adaptarem rapidamente e se especializarem para se destacarem em um mercado que está sempre mudando.

 

Compartilhe

Escrito por: Amanda Cotas

Graduanda em letras, comecei minha jornada na área como tradutora, e sempre em busca de nova experiências, hoje estou me desenvolvendo como redatora na Mazzatech. Uma ratinha de biblioteca desde criança, apaixonada pelas letras e pelo poder da comunicação, sempre tive um fascínio pela origem da linguagem e como ela influencia a sociedade em que vivemos.

Escrito por: Amanda Cotas

Graduanda em letras, comecei minha jornada na área como tradutora, e sempre em busca de nova experiências, hoje estou me desenvolvendo como redatora na Mazzatech. Uma ratinha de biblioteca desde criança, apaixonada pelas letras e pelo poder da comunicação, sempre tive um fascínio pela origem da linguagem e como ela influencia a sociedade em que vivemos.

Artigos relacionados