Tire 150 minutos semanais para se exercitar — isso é muito importante!

Que tal reservar uma parte do seu tempo para cuidar do que você tem de mais precioso, a sua saúde? Saiba mais sobre a importância das atividades físicas

Por: Taiane Uchoa, Tech Recruiter / Psicóloga
Escrito em: 16/12/2020

O que dá para fazer em duas horas e meia? Assistir a um filme? Tirar um longo cochilo? Procrastinar enquanto olha o feed de todas as suas redes sociais? Na verdade, 150 minutos nem parecem muito tempo, né? Mas você sabia que esse é o tempo que a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda para atividades físicas por semana?

Em tempos de pandemia, crises sanitárias no mundo todo e isolamento social, muito se fala sobre as diretrizes da OMS, uso de máscara e álcool gel. Mas essa orientação de 150 minutos semanais de exercícios físicos passa quase despercebida, apesar de sua imensa importância como método de prevenção de doenças que estão ligadas ao sedentarismo e são algumas das principais causas de morte no mundo.

Diabetes, hipertensão e problemas cardiovasculares, além de infartos e AVCs matam milhões de pessoas todos os anos e, em muitos casos, essas doenças poderiam ser evitadas por meio de uma combinação de atividades físicas e alimentação equilibrada.

 

Organize-se!

 

A meta de 150 minutos estabelecida pela OMS vale para toda a semana, de modo que o ideal é que você complete as duas horas e meia de atividades ao longo da sua rotina semanal. Mas caso você não consiga dividir assim, tirando uns minutinhos por dia para se exercitar, fique sabendo que se em um único dia semanal, como sábado de manhã, você cumprir a meta, sua saúde continuará se beneficiando!

Mas, claro, dividir em doses de 30 minutos diários, 5 vezes por semana, é sempre mais fácil. Talvez você nem precise se matricular em uma academia para isso. Se você ainda não é uma pessoa disciplinada o bastante para se comprometer com uma academia, por exemplo, pode começar contabilizando pequenas atividades do seu dia a dia: a caminhada até o trabalho, subir e descer escadas e, quem sabe, até aquela faxina pode contar!

O importante é começar com calma e não exagerar, principalmente nos primeiros dias. Se você for com muita sede ao pote, pode até passar mal e aumentar o risco de lesões musculares. Com o tempo e com a regularidade, os exercícios passam a ficar mais fáceis e aí você pode ir aumentando a intensidade.

 

Exercício com segurança

 

O acompanhamento profissional é muito importante em uma rotina de exercícios. Antes de começar a se exercitar, o ideal é procurar um médico e realizar os exames pedidos. E, na rotina de exercícios é bacana contar com um profissional de educação física. Alguns aplicativos também podem ajudar com a organização de um treino e doses diárias de motivação.