Ransomware: como se proteger de um ataque aos seus dados

Saiba como manter seus dados protegidos desses sequestros maliciosos de dados

Por: Marcio Felder, Analista de Infraestrutura
Escrito em: 16/09/2021

Já ouviu falar em sequestro de dados? Conhecido como ransomware, trata-se de um malware utilizado por hackers que bloqueia dados de um computador ou sistema com a finalidade de pedir resgate financeiro posteriormente.

Nesse crime virtual, o hacker consegue acesso ao dispositivo e criptografa informações, como dados pessoais de clientes ou empresariais. Depois disso, ele pede dinheiro em troca da liberação do sistema. Aconteceu com a Renner e com diversas outras grandes empresas, embora as negociações fiquem sempre por baixo do pano.

Felizmente, existem algumas maneiras de prevenir um ransomware. A seguir, veja como manter seu computador, celular e outros dispositivos protegidos:

  • Mantenha seu computador atualizado e utilize um bom antivírus para se proteger dos ataques;
  • Evite abrir e-mails desconhecidos com links ou arquivos de origem duvidosa. Não clique em links de mensagens SMS de números que você não conhece;
  • Utilize softwares originais licenciados. Um software pirata pode conter instaladores maliciosos que podem deixar sua rede mais suscetível a ataques;
  • Em ambiente empresarial, além do antivírus, é muito importante utilizar um firewall para monitorar o tráfego de entrada e saída;

 

Faça backups

 

Faça sempre backups de todos os arquivos valiosos e essenciais. Essa é a melhor maneira de impedir uma possível perda de dados. Você pode utilizar uma combinação de métodos de armazenamento online e off-line.

Online utiliza armazenamento na nuvem, como Dropbox, iCloud, Google Drive, entre outros. Off-line utiliza dispositivos físicos, como pendrives, disco rígidos, entre outros.

Quando o usuário faz um backup, armazenando suas informações mais importantes em dispositivos físicos ou digitais, proporciona total segurança aos seus dados essenciais, que estarão em um ambiente fora da rede local. Isso funciona tanto para contas pessoais quanto as empresariais.

Em um backup offline, o custo é menor, mas é necessário um cuidado físico com o dispositivo que guardará os dados. Já em um backup online, os ambientes digitais garantem mais segurança, mas consequentemente possuem um custo maior, dependendo do espaço necessário.

 

Tipos de backups

 

Existem vários tipos de backups que podem ser feitos para garantir proteção de dados personalizada. Conheça 3 deles:

 

  • Backup completo

O backup completo faz a cópia de todos os arquivos do usuário para outro local. Não é feito nenhum filtro ou seleção, sendo um backup de absolutamente tudo que há em um computador ou servidor. Por ser o maior, não precisa ser feito com tanta frequência, já que existem outros tipos que o complementam.

 

  • Backup diferencial

O backup diferencial oferece uma jornada mais periódica, podendo ser adotado diariamente. O objetivo é salvar arquivos criados ou editados a partir do último backup realizado, mantendo uma rotina diária que complementa o backup completo.

 

  • Backup incremental

O backup incremental é utilizado para salvar os dados em tempo real, sempre que criados ou modificados. A grande vantagem está nos recursos de automação, dispensando a necessidade de backups manuais.

A segurança de dados tornou-se um elemento importante na vida pessoal e profissional das pessoas. Empresas têm cada vez mais sido agindo em prol da proteção de suas informações, já que a prevenção pode ser a principal maneira de manter a segurança!