Erros de certificação de TI: evite-os!

Cursos de certificação em tecnologia podem ajudar na carreira, mas é preciso ficar atento para escolher o caminho certo

Por: Letícia Rodrigues, Tech Recuiter
Escrito em: 14/10/2021

Profissionais qualificados são muito bem vistos e desejados no mercado de trabalho. Dentro da área de tecnologia da informação, existem dezenas de especializações possíveis para valorizar o currículo e focar em determinadas áreas da TI. As certificações certamente podem ser muito positivas para a carreira, ajudando o profissional a conseguir promoções e colocações de destaque nas empresas, mas é preciso ter alguns cuidados ao escolher uma especialização.

As certificações geralmente requerem do profissional um bom investimento de tempo, dinheiro e estudo. Por isso, a escolha errada pode representar prejuízo financeiro, desgaste desnecessário e atraso no desenvolvimento da carreira. Para ajudar nessa missão, nós separamos os erros mais comuns na hora de escolher uma certificação de TI (seja para você ou para sua equipe) e dicas de como evitá-los:

 

Começar a certificação sem ter um objetivo

 

Alguns profissionais acabam escolhendo cursos de certificação apenas para obter novos certificados, mas sem pensar se aquela qualificação realmente está alinhada com os seus objetivos de carreira. Quando isso acontece, muitas vezes o profissional se arrepende porque o curso não vai ser útil na carreira dele, se transformando apenas em mais um certificado sem uso. Por isso é muito importante que o profissional de TI saiba exatamente quais são seus objetivos de carreira e pesquise sobre os cursos mais adequados para ajudar a alcançá-los.

 

Dar um passo maior do que a perna

 

É muito comum que as pessoas comecem cursos e especializações sem terem condições de realmente se dedicarem e cumprirem os objetivos da qualificação. Seja por falta de tempo ou comprometimento, alguns profissionais acabam desperdiçando tempo e dinheiro com certificações, sem estarem prontos para se dedicarem como deveriam. Por isso o profissional deve pesquisar sobre o curso e entender qual é o nível de exigência dele, para que tenha certeza se vale a pena começar naquele momento.

 

Não pesquisar sobre os cursos de certificação

 

Antes de começar qualquer curso, é essencial que o profissional pesquise sobre as empresas que oferecem os treinamentos, conheça os materiais de estudo e busque por referências para saber se os cursos são ministrados por organizações reconhecidas. Afinal, existem diversas opções no mercado e, muitas vezes, o barato pode sair caro.

 

Escolher certificações muito genéricas

 

Entre as opções de especializações oferecidas no mercado, muitas não focam em nenhuma área mais específica da tecnologia da informação, prometendo desenvolver diversas habilidades em um único curso. Na maioria das vezes, esse não é o caminho ideal para escolher uma qualificação. Segundo os especialistas, o que funciona melhor é direcionar o treinamento. Por exemplo, escolha certificações específicas em automação, segurança de dados ou gerenciamento de nuvem. Dessa forma, com o curso correto, o profissional estará apto para exercer aquela função com todo o conhecimento específico e as habilidades necessárias.

Seguindo essas dicas, o profissional de TI vai ter chances muito maiores de escolher uma certificação que realmente vai agregar conhecimento, valorizar o currículo e ajudar a se especializar na carreira de tecnologia.