Como ter melhores resultados na formação de uma equipe de TI

Apenas selecionar o melhor profissional pode não ser o bastante – é preciso treiná-lo constantemente. Saiba mais.

Por: Leonardo Raposo, Co-Founder and Head of US Operations
Escrito em: 17/03/2021

Está cada vez mais difícil encontrar profissionais qualificados que se encaixem no perfil das vagas de TI que têm surgido nas empresas. Com o mercado de tecnologia em alta, a demanda por esse tipo de profissional tem crescido a cada ano. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas da Informação e Comunicação (Brasscom), até 2024 o Brasil precisará de 420 mil profissionais da área.

Mas como encontrar profissionais qualificados que estejam antenados com as mudanças do setor (que ocorrem diariamente)?

 

Selecionar com atenção

 

O primeiro passo está no processo de contratação. Para garantir a escolha de bons profissionais, é preciso fazer um processo de seleção detalhado, que avalie todos os aspectos dos candidatos à vaga, como perfil profissional, pessoal e psicológico.

Se sua equipe de RH não tem experiência em recrutamento de TI, pode ser interessante contratar uma empresa especializada na área, que já conhece as aptidões necessárias para cada campo da tecnologia e os perfis profissionais.

 

Treinar muito!

 

Outro fator muito importante para manter uma equipe de tecnologia de qualidade é oferecer um treinamento aos profissionais. As formações tradicionais podem não oferecer toda a formação necessária para o mercado de trabalho, que é bastante dinâmico.

Por isso, é importante que as empresas desenvolvam um processo seletivo que consiga identificar profissionais talentosos não apenas tecnicamente, mas que terão condições de aprender e desenvolver novas habilidades. E, claro, que cada empresa proporcione treinamento em sua área de atuação ao novo profissional. Como?

  • Identifique as necessidades da empresa – Um ponto essencial é que os gestores identifiquem quais são as necessidades em relação à equipe de TI, para que o treinamento seja objetivo e focado em atender às demandas específicas da empresa, dando mais agilidade aos processos internos;
  • Conheça o perfil dos funcionários A empresa precisa conhecer o perfil de cada colaborador de TI para identificar quais são as lacunas que devem ser preenchidas no treinamento das habilidades de cada um;
  • Defina prioridades – Outro fator importante é definir as prioridades da empresa para o setor de TI, focando o treinamento no desenvolvimento das competências que serão necessárias para atender às necessidades do negócio em curto, médio e longo prazo;
  • Planeje o treinamento – O treinamento deve ser bem planejado e adequado às demandas da empresa para a equipe de TI, com profissionais experientes que consigam transmitir conhecimento de maneira didática e prática aos menos experientes;
  • Monitore o desempenho da equipe – Por fim, mesmo depois do treinamento, é preciso avaliar frequentemente o desempenho dos profissionais para identificar novas demandas ou possíveis ajustes que sejam necessários, aprimorando as técnicas de treinamento.

 

Será que é hora de terceirizar?

 

Muitas vezes, as empresas não dispõem de tempo ou recursos para o treinamento e gestão desses profissionais. A terceirização, conhecida como outsourcing de profissionais de TI, é a saída nesses casos.

Dessa forma, a equipe trabalha alocada na empresa (ou em outro local), porém, é gerida pelo terceiro, uma outra empresa especializada no assunto.

A Mazzatech oferece esse serviço – são mais de 10 anos de tradição e experiência na área. Saiba mais.