Acerte na montagem de seu currículo para TI

Um documento completo, organizado e objetivo passa uma melhor primeira impressão e é um passo a mais para você alcançar a vaga desejada
Por: Anderson Victor, Tech Recruiter na Mazzatech
Escrito em: 26/08//2020
Na busca por uma vaga no mercado de trabalho, um currículo pode, basicamente, exercer duas funções: se estiver bem feito, serve de porta de entrada na empresa que você deseja trabalhar. Caso contrário, sua candidatura à vaga pode ser descartada antes mesmo da entrevista. No segmento de TI, isso não é diferente.

Confira regras importantes para acertar na montagem do seu currículo:

 

  • Apresentação: por incrível que pareça, muitos currículos são enviados com falhas logo na apresentação do candidato. O cabeçalho do documento precisa conter informações diretas, como seu nome, idade e os principais meios de contato;

 

  • Resumo e objetivo: em três ou quatro linhas, faça um resumo sobre a sua carreira profissional de uma forma que instigue seu possível futuro empregador a querer conhecer mais sobre você. Nessa parte, você também coloca seu objetivo profissional – e ele deve ser mudado para cada vaga ou área tentada;

 

  • Idiomas: coloque sempre o idioma e o nível de conhecimento dele;

 

  • Formação acadêmica: liste suas formações e cursos que acrescentaram em sua trajetória profissional sempre em ordem – dos mais recentes para os mais antigos;

 

  • Experiência profissional: para manter a organização e facilitar a leitura para o recrutador, procure seguir sempre o mesmo padrão em suas experiências. Uma sugestão: nome da empresa, cargo, data de entrada e saída, breve resumo das atividades e funções. Insira stacks (conjunto de tecnologias e linguagens de programação), técnicas e ferramentas utilizadas em seu dia a dia em cada trabalho. Lembre-se de colocar as experiências mais recentes primeiro;

 

  • Experiências extracurriculares: caso tenha desenvolvido trabalho voluntário e viagens que julgue acrescentar em sua bagagem em TI, liste-os aqui.

 

Atenção!

 

Seja objetivo

 

Mesmo que você tenha uma vasta experiência profissional em TI, seu currículo precisa ser o mais objetivo possível. Você sabia que em uma pré-seleção dos candidatos, o empregador dedica em média 30 segundos para a análise de cada currículo. Se você envia um documento desorganizado ou nada objetivo, com 4 páginas por exemplo, a chance de ele ser lido com atenção é baixíssima.

 

Falta de experiência não é desculpa para um currículo mal montado

 

Ainda que você não tenha uma experiência profissional relevante para a vaga a que está se candidatando, seu currículo pode chamar a atenção para outros aspectos da sua carreira que podem ser atrativos para o empregador. Formação acadêmica, cursos adicionais, idiomas e até projetos pessoais ou trabalhos voluntários, por exemplo, podem indicar que você é o profissional que a empresa procura.

 

Apresentação é fundamental

 

Procure montar um currículo visualmente agradável. A aparência geral dele é crucial para a forma como será tratado no processo de seleção. Se puder, adeque o documento ao padrão da empresa: se for uma companhia mais tradicional, conservadora, um currículo elegante tem mais chances de agradar; se for uma empresa mais moderna, como uma startup, um currículo mais descolado pode ser uma boa alternativa.

E aí, você já conhecia essas estratégias? Um bom currículo, somado ao seu networking pessoal, certamente, te colocará à frente em sua área de atuação!