A tecnologia e a indústria automotiva: é hora de se modernizar!

Aliar alta tecnologia à produção é fundamental para que o segmento automotivo siga como pioneiro das transformações industriais no Brasil e no mundo

Por: Leonardo Raposo, Co-Founder and COO da Mazzatech
Escrito em: 14/10/2020

A indústria automotiva sempre evoluiu à frente de outros setores. Automação, design assistido por tecnologia e outras inovações digitais despontam como alicerces para que a produção de veículos siga impactando o consumidor final e a economia como um todo no Brasil.

Com tantas possibilidades para melhorar o desempenho e o conforto do automóvel, quem souber fazer o melhor uso das altas tecnologias vai se destacar neste setor tão competitivo.

Análise de dados, sistemas de atendimento ao público final e o desenvolvimento de novas soluções são fundamentais. A seguir, confira tendências e tecnologias necessárias para a indústria automotiva nos próximos anos:

 

Inteligência das coisas e projetos colaborativos

 

Empregar alta tecnologia às peças tradicionais que compõem um veículo é tendência para a indústria automotiva. Isso quer dizer que, mais do que integrar as peças de um motor, é preciso conectá-las.

O consumidor final precisa de mais segurança e controle sobre tudo o que ocorre no veículo. A melhor forma de atender a este anseio é conectar os componentes de freio, motor, transmissão, para transmitirem todos os dados aos ocupantes do veículo.

É preciso ainda tornar a produção colaborativa, com o consumidor como centro participativo.

E ainda: o setor deve fazer uso da tecnologia para prestar um tratamento mais humanizado a clientes e à sua força de trabalho. Quem entender que antes de máquinas e softwares, as empresas são feitas de pessoas, vai sair na frente.

 

As tecnologias necessárias

 

Algumas tecnologias devem ser empregadas para que a indústria automotiva siga as tendências de mercado, aumentando o controle sobre a gestão de todos os processos, da compra de insumos ao relacionamento com o cliente final e demais parceiros comerciais:

 

  • Digitalização: as empresas precisam passar por processos de transformação digital, trabalhar com captação e gerenciamento de dados (big data), a fim de entender o comportamento de seus consumidores. Da mesma forma, utilizar computação e armazenamento em nuvem, que possuem mais segurança e acessibilidade;

 

  • CRM: com o emprego de programas de Customer Relationship Management (Gestão de Relacionamento com o Cliente), é possível trabalhar melhor o marketing da empresa, atingindo novos patamares de relacionamento com o cliente antes, durante e depois da venda;

 

  • Tecnologias omnichannel: deve-se integrar o CRM com plataformas multicanais, como mídias sociais e outros canais de comunicação, para que a experiência do consumidor seja completa;

 

  • Evoluções de softwares e TI: modernizar a infraestrutura de TI também é fundamental, impactando diretamente na produção, atendimento e vendas.